Baú da Dri um blog descontraído com receitas diversas , casa e astral , dicas e personalizações para blogs , brindes ,artesanato decorativas , porcelanas e muito mais!

14 de outubro de 2019

A Cultura do Chá



Um habito que vem do Oriente


Assim como os brasileiros oferecem o café , os japoneses oferecem chá. O habito de tomar chá , que nasceu na China durante o século III a.C , espalhou-se de tal forma que a bebida é hoje a segunda mais consumida no mundo só perde para a água.


qualidades e história do chá



A cerimonia do chá desenvolvida há séculos , tinha o objetivo de proporcionar um encontro social , onde se poderia discorrer sobre pintura e outras formas de arte. Aliada ao crescimento das crenças budistas , a cerimonia passou a ter uma serie de simbolismos espirituais e se tornou sinônimo da arte de receber bem em que é fundamental  a união entre simplicidade , harmonia e requinte. Par servir o chá são usadas belas peças de cerâmica. Já o modo Inglês de servir o famoso chá das cinco , foi criado por uma duquesa ,que reclamava que sentia um vazio entre o almoço e o jantar. Para se alimentar nesse período passou a reunir as amigas , para tomar chá com bolos.


As propriedades do chá

o cultivo e as propriedades do chá

Assim como o café a erva mate pode variar de sabor de acordo com o clima , solo , forma de cultivo e processo de beneficiamento . Muito utilizada in natura no Oriente , é mais popular no Brasil quando tostada . Os orientais que moram no Brasil e seguem a tradição de seus antepassados tomam chá após ou durante as refeições. Um bom apreciador sushi por exemplo  nunca irá acompanha-lo com refrigerante .Não se pode esquecer ainda suas propriedades : além de estimulante e digestivo , é rico em antioxidantes ,prevenindo o envelhecimento.
Nem só de mate se faz a historia do chá. No Egito , o chá típico é o karkadêh , feito com flores de hibisco , avermelhadas e saborosas. No Cairo existem casas de chá ,onde os homens se encontram para conversar e fumar o tradicional "narguilé" .
No Brasil ,a herança indígena nos ensina a usa-lo para curar diversas doenças. Boldo para o fígado , cidreira para acalmar , laranja para a gripe , camomila como digestivo. Mas para ser saboreado diariamente , o chá também encontra espaço nas mesas brasileiras. Mesmo não sendo tão popular quanto o café , é consumido por um grande numero de pessoas e, por ter origens variadas pode ser tomado de diferentes formas gelado, puro ou misturado com frutas. 

O chá também pode ajudar a desintoxicar o organismo , queimar calorias entre muitas outras finalidades .

Os chás com propriedades de nos fazerem perder peso, na verdade são na maioria das vezes infusões ( uma combinação de poucas ou até vinte ervas com origens na medicina tradicional Chinesa) que juntas auxiliam á uma perda de peso sendo bem manipulada e usada com sabedoria e tendo consciência de que só o chá não ira operar nenhum milagre sem um bom acompanhamento de um profissional para uma reeducação alimentar.


Casas de Chá Famosas


casas de chá




A China afirma ser o berço do chá e os registros mostram que os chineses vem bebendo a infusão há pelo menos três mil anos . O amor pela bebida é tão grande que eles a consideram uma das sete necessidades da vida ( junto com o combustível ,óleo , arroz, vinagre, shoyu e sal) . Muitas casas de chá foram fechadas durante a revolução cultural , mas novas abriram as portas nos últimos anos . Seus cardápios sempre são impressionantes , incluindo os básicos ( verde, preto e oolong)  e misturas como bao cha, ou chá dos oito tesouros ( que contem crisântemos secos , açúcar cristal , goji , uvas passas brancas , pinhas , tâmaras e longan , além das folhas de cha verde) . Em Pequim visite a livraria Sanwei , na Fuxingmennel Dajie , nº 60 em frente ao hotel Minzu. Sua casa de chá de dois andares tem uma ótima variedade e apresenta musica chinena tradicional ao vivo aos sábados a noite , o que atrai tanto o pessoal das antigas como estrangeiros. A mais famosa casa de chá de Xangai é a graciosa ( apesar de turística ) Huxinting acessível pela ponte em zigue-zague sobre o lago da flor de lotus no coração da cidade velha. Ovos de codorna são servidos com o chá nas salas do andar superior  , e mulheres em longos qipao de seda apresentam a cerimonia do chá quase todas as noites. Se você prefere ir aonde estão os hippies de Sangai (e também os estrangeiros), de um pulo no Hanr Sheh em estilo taiwanês , que serve chá borbulhante e outras preparações divertidas até as três horas da manhã , em vários locais da cidade.

A origem dos rituais britânicos de chá datam de 150 anos atrás , graças a uma duquesa chamada Anna , que ficava com tanta fome no fim da tarde que as vezes
até desmaiava . A prescrição de seu medico para fazer refeições leves antes do jantar se espalhou pelo pais e hoje em dia os britânicos tem dois tipos de chá : afternoon e high. Além da infinidade de bules de chás finos ,a primeira tradição inclui sanduíches sem casca ; bolinhos com manteiga , geleia freca e creme de nata; e um bolo ou docinhos (ou os dois) ; a segunda sempre inclui uma entrada quente , como welsh rarebit (torradas com queijo derretido) ou salsichas . A mais famosa casa de chá de Londres, e também a mais cara , turística e exclusiva é a Ritz , na Picadilly Streer,nº 150 . Os frequentadores precisam fazer reservas com um mês de antecedência para gastar em torno de 45 dólares bebericando o mais fino chá chines e provando delicias servidas em travessas de prata de três andares . Se a sua companhia for masculina , faça-o vestir um blazer e uma gravata (ou eles vão emprestar uma para ele) . A hora do chá é as 15:30 e ás 17:30. Se seu orçamento (e sua consciência) não permitir tamanha extravagancia , há excelentes alternativas , começando pelo vizinho do Ritz , o The Wolseley no nº 160 da mesma rua . Montado no antigo showroom do fabricante de automóveis Wolseley nesse café oferecem dois serviços de chá; o cream tea com bolinhos , nata e chá, e o afternoon tea , que inclui um pouco de geleia e sanduíches. O serviço aqui é excelente (para os padrões londrinos) e o lugar está sempre cheio .

Passar uma tarde com um bule de cheio de chá quente e uma amiga é uma atividade celebrada a milênios. Em alguns países como o Japão , o próprio ato de preparar uma xícara de chá rende uma cerimonia de uma hora de duração ( assim como servi-lo e bebe-lo) Conhecido por suas propriedades medicinais e terapêuticas o chá também pode ser considerado um lubrificante social , animando qualquer conversa. China e Inglaterra são dois países de tradição quanto ao chá.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Gostou do Post , deixe seu comentário e sugestões .
Em breve responderei a todos.

Copyright © Blog de Variedades Baú da Dri Design by Adriana Bentim | Tecnologia do Blogger